Imprimir esta página
Programa de incentivo a hortas domésticas e comunitárias pode ser criado no Rio (reprodução internet)
07
Novembro

Programa de incentivo a hortas domésticas e comunitárias pode ser criado no Rio

  O Dia
PUBLICIDADE

Iniciativa promoverá assistência técnica e distribuirá gratuitamente materiais didáticos, equipamentos, sementes e insumos básicos necessários para a manutenção da horta

Rio - O Estado pode ter um programa de incentivo a hortas domésticas e comunitárias em áreas urbanas e rurais. É o que determina o projeto de lei da deputada Zeidan (PT), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quarta-feira, em discussão única. O texto recebeu modificações, portanto, ainda terá sua redação final votada pela Casa.

O objetivo do programa é proporcionar uma economia no orçamento familiar; melhorar o padrão alimentar da população por meio do consumo de frutas, legumes, verduras e hortaliças frescas, além de promover a valorização do cultivo doméstico de alimentos pelas famílias.

A iniciativa promoverá assistência técnica e distribuirá gratuitamente materiais didáticos, equipamentos, sementes e insumos básicos necessários para a manutenção da horta.O Governo do Estado realizará a seleção dos beneficiários por meio de cadastramento e mapeamento dos usuários dos programas Bolsa Família, Renda Melhor e Renda Melhor Jovem.

“O cultivo doméstico e comunitário de itens alimentícios em hortas particulares é uma realidade em nosso estado. O plantio de alimentos orgânicos, além de trazer benefícios incontestáveis à saúde, gera significante economia no orçamento doméstico da população. Contudo, não vem se verificando, por parte do governo estadual, a realização de políticas facilitadoras do cultivo doméstico”, afirma Zeidan.

 

PUBLICIDADE